Economia

 

Quinhentos mil cruzeiros e nenhuma saudade. A cédula emitida em 1994, antes do Plano Real, mal dava para fazer o mercado.

Quando algum governante fala que inflação não é um problema, aqueles que viveram os tempos da hiperinflação se assombram.

Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha derrotada foi obrigada a pagar os custos do conflito. A forma encontrada pelos alemães foi simples: emissão de moeda. Resultado: hiperinflação. Dizia-se que os alemães levavam o carrinho de compras ao mercado, não para as compras, mas para carregar as cédulas. O desespero econômico alemão gerou o terror nazista e o resultado todos conhecemos.

O Brasil também teve sua dívida externa. No início dos anos '70, os árabes reuniram-se para elevar o preço do petróleo ao céu. Grande parte do mundo Ocidental entrou em crise, mas não o Brasil. Os árabes depositaram seus petrodólares nos grandes bancos, que abarrotados de dinheiro queriam emprestar grandes somas. O Brasil entrou no jogo do dinheiro fácil, o que resultou no "milagre" brasileiro, e o País foi catapultado para a oitava maior economia do mundo.

No início dos anos '80, os EUA aumentaram bastante os juros para reduzir a inflação, um resultado da crise dos anos anteriores. Isso aumentou também a dívida externa brasileira, consideravelmente. O pagamento da dívida provocou inflação, que virou hiperinflação, que virou estagflação, que virou desespero. O Brasil dos anos '80 foi um laboratório econômico para o mundo, com lições sobre o que não deve ser feito. Parece que todas as medidas amargas foram tentadas. De positivo, houve um saneamento da economia, apesar de doloroso, criando as bases para seu fortalecimento.

No início dos anos '90, finalmente entendeu-se o conceito de inflação inercial. O processo pode ser explicado, com adaptações, pela primeira lei do movimento de Newton. Essa foi a base do Plano Real.

Alguns economistas inventam termos complexos e teorias mirabolantes para explicar coisas simples, que toda dona de casa sabe. Dívidas são pagas com juros, de um jeito ou de outro. Riqueza se constrói com trabalho e zelo. Grande parte daqueles que ganham na loteria perdem o dinheiro tão fácil quanto ganharam.

 

Economia em Portugal

 

 

 

 

 

 

Competição brutal jamais vai acabar

Por Jonildo Bacelar

Nos anos 1990, o sociólogo italiano Domenico De Masi divulgou alguns trabalhos em que defendia que a crescente produtividade do trabalho humano deveria resultar em mais tempo para o lazer. De Masi também defendia que o próprio ócio era importante para o aumento da produtividade. Seus textos ainda fazem grande sucesso, principalmente entre a turma sombra e água fresca. O que poucos sabem é que as publicações de De Masi foram um produto de seu próprio regime frenético de trabalho.

A competição é inerente à natureza humana e tem raízes na conquista de espaço para a sobrevivência e aumento da prole. Ela está impregnada em cada célula do corpo humano.

Até meados do século 20, nações competiam principalmente pela conquista de mais territórios, mas os muitos milhões de mortos nas duas guerras mundiais resultaram numa correção de rumo para benefício da humanidade. Hoje, o poder das nações é medido principalmente por sua penetração econômica nas demais.

Empresas modernas como Amazon, Google e Microsoft permitem que seus empregados pratiquem esportes durante o horário de expediente, além de outras atividades de lazer. Mas não entenda errado, trabalha-se muito mais nessas empresas do que, em média, nas demais. Elas possuem uma vocação corporativa para atrair mentes muito competitivas. Foca-se na produção de cada um, no feedback, e não no número de horas trabalhadas. O resultado, entretanto, é, de certa forma, perverso, pois trabalha-se muito mais do que nas outras empresas, em geral.

 

Steve Jobs (1955-2011) em seu anúncio da Apple de 1997, logo após seu retorno à Companhia que fundou. Odiado por alguns e amado por quase todos, Jobs foi único. Rebelde e irascível. Um gênio, um artista. Não é possível contar a História da Informática sem citá-lo.

 

Anúncio da Coca-Cola de 1956 com a ilustração de Papai Noel feita por Haddon Sunblom. Na maior parte do século 20, a Coca-Cola foi um símbolo de Marketing. Se havia espaço para anúncios, ela chegava primeiro. Então veio uma guerra com a Pepsi e a estratégia mudou. A empresa passou a valorizar os pontos de venda, buscando exclusividade e retomou a liderança.

 

 

Gerente Estilo Hub

É o tipo mais comum, principalmente no serviço público. Repassa todas as tarefas aos subordinados, sem agregar valor. Quando cobrado responde: está tudo encaminhado. O gerente hub passa a maior parte do tempo reforçando suas relações matriciais, aquelas com pessoas de outras unidades da empresa. Sua maior especialidade é o happy hour. Sua maior vocação é saber justificar o baixo desempenho em sua área. Todos o adoram.

 

 

Bloco de Carnaval, em Salvador, no trecho Ondina. Os imensos blocos do Carnaval da Bahia são um grande negócio administrado por empresas baianas especializadas. Lançam músicas próprias e possuem suas próprias bandas. Constroem seus trios elétricos, com sofisticada tecnologia de som baiana, e vendem seus abadás o ano inteiro.

 

Anuncio Outdoor

 

Em 1991, a Benetton, uma empresa italiana de moda, desafiava valores em outdoors, em todo o mundo. A tendência foi abraçada por muitas empresas de Marketing. A Benetton também montou uma equipe de Fórmula 1, mas o excesso de ousadia acabou minando a saúde financeira da Empresa.

 

 

 

Marketing

 

Roberto Azevedo

 

Marketing Estatal

Desnecessária propaganda política com seu dinheiro

Desde os cinco anos de idade aprendemos a não acreditar em propaganda. A veiculação de anúncios de realizações do governo na TV custa caro e é desnecessária, pois elas podem sem publicadas em sites oficiais na Internet. Os grandes meios de comunicação não reclamam, pois eles recebem grande parte desse gordo dinheiro.

As verbas para publicidade estatal são sempre polpudas. A maior parte dos gastos com ela são difíceis de ponderar, tornando-se uma guloseima para o desvio de dinheiro público.

É o seu dinheiro usado em propaganda política desnecessária, pois as ações do governo, boas e más, são um dos assuntos principais dos jornais, comentados pela direita, pela esquerda, por cima e por baixo. Já a propaganda estatal nunca aborda o lado ruim e exagera o bom.

 

Desenvolvimento Sustentável

É o desenvolvimento que atende às necessidades da vida no presente, sem comprometer as necessidades da vida no futuro. Mais: Engenharia

 

Propaganda

 

Bicicleta Belgica

 

O Que é um Líder?

Não consulte o dicionário para isso. O conceito de líder são como os conceitos do ponto, da reta e do plano da Geometria. Você já nasce sabendo. Como um ser social, a liderança é inerente aos humanos e prontamente reconhecida.

As mil e uma definições que se encontram em livros de Administração só confirmam esse aspecto. Quando existem tantas definições é porque você não precisa de nenhuma.

 

Carnaval

 

Associação Comercial

 

Singapura

 

Visconde Cairu

 

Estadio Pituaçu

 

Familia Pobre

 

Copyright © Guia Geográfico - Cultura e Arte.

 

Embaixo, sistema híbrido de energia solar e eólica, junto ao Porto de Hamburgo, na Alemanha, um dos maiores portos do mundo. Mais: Economia na Alemanha

Hamburgo foi fortemente bombardeada e devastada na Segunda Guerra Mundial. Foi reconstruída nos anos seguintes, assim como outras grandes cidades da Alemanha, que se tornou a maior economia europeia. Nos anos 1990, a Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) enviou alguns engenheiros para fazer pós-graduação na Alemanha, na área de energias renováveis. Em 2019, a Bahia tornou-se líder nacional em projetos de energia eólica.

 

Cultura

 

Tour de bicicleta em Bruges, Bélgica. Em alguns países europeus, como Holanda e Bélgica, a bicicleta é o principal meio de transporte da população. Sabe-se, por exemplo, que, em Amsterdam, muitos professores universitários nunca tiveram um carro.

A bicicleta é um meio de transporte ecológico, barato e silencioso, além de lhe ajudar a ficar em forma.

 

Família pobre na California, em 1936.

Contrário ao que somos levados a acreditar, a maior potência do mundo nunca resolveu realmente seus problemas de pobreza. Uma imensa desigualdade, sempre esteve presente na história dos EUA. Em números absolutos, existem mais pessoas abaixo da linha de pobreza nos Estados Unidos, do que no Brasil.

 

WTO

 

A mais antiga associação patronal do Brasil: Associação Comercial da Bahia. Fundada em 1811, pelo oitavo Conde dos Arcos, a instituição teve participação em eventos históricos nacionais, como ações humanitárias na Guerra do Paraguay. No início do século 19, Salvador era a sede do maior porto do hemisfério sul. Mais: Economia na Bahia

 

Cruzeiro

 

 

Estádio de Pituaçu, em Salvador: um exemplo de sustentabilidade. Construído nos anos '70 sobre uma depressão no terreno, tirando proveito do relevo e afastado do aglomerado urbano, evitando grandes engarrafamentos. Desde a reforma de 2008, usa energia solar para consumo próprio, com capacidade para produzir 630 megawatts/hora/ano, através de 2.294 módulos distribuídos entre a cobertura e outros locais de maior incidência do sol. Parte dessa energia é revertida para a rede de distribuição da Coelba. Tem capacidade para 32 mil torcedores. A Bahia consolida-se como um polo de desenvolvimento em energia solar e eólica.

 

O ilustre baiano José da Silva Lisboa (1756-1835), Visconde de Cairu. Professor de Ciência Econômica, jurista, jornalista e político. Ocupou diversos cargos na administração pública e foi ardoroso defensor do desenvolvimento econômico do Brasil. Entre suas obras, destacam-se o livro Princípios do Direito Mercantil e Leis da Marinha (1801) e o tratado Princípios de Economia Política (1804). É patrono da Cadeira 20 da Academia Brasileira de Letras.

 

Sede do Banco Central do Brasil, em Brasília. O BC é uma espécie de banqueiro do Estado, com poderes de controlar a emissão de moeda. Até 1945, suas funções de controle monetário eram exercidas pelo Banco do Brasil.

 

 

Centro William Rappard, sede da OMC (Organização Mundial do Comércio), em Genebra, na Suíça. Embaixo, o baiano Roberto Azevêdo, Diretor Geral da OMC, desde 2013.

 

 

 

 

The New York Stock Exchange (NYSE), a bolsa de valores de Nova York (à direita, na foto, vista da Wall Street), fundada em 1792. A Bolsa nova-yorquina é a principal indicadora do humor financeiro mundial. Mais: Economia nos EUA

 

Banco Central

 

 

 

Energia solar

 

 

 

Dorothea Lange

 

 

 

Ciencia Economica

 

 

Lightmotif / Blatt - divulgação

 

 

 

Gente Imagens

 

 

© WTO / J. Genoud

 

 

Roberto Viana

 

 

Aufwind-Luftbilder.de