Língua Portuguesa

 

A língua portuguesa tem raízes principalmente no latim, com grandes contribuições do grego. Suas raízes remontam ao domínio do Império Romano sobre a região da antiga Lusitânia, a partir do século 3 aC. A Lusitânia envolvia o atual país de Portugal e a região da Galícia, na Espanha. A interação entre o latim e as línguas locais deu origem ao português, que também sofreu influências de invasões de povos germânicos e árabes, na Idade Média.

As conquistas ultramarinas portuguesas, a partir do século 15, levaram a língua portuguesa para a África, Ásia e Brasil. Transformou-a na sexta língua mais falada do mundo, depois do mandarim, espanhol, inglês, hindu e árabe. O Brasil é o único país de língua portuguesa da América e, também, um país integrado pela língua.

Os primeiros textos literários conhecidos, em português, datam do século 13. Os Lusíadas, de Camões, foi publicado em 1572. As primeiras gramáticas surgiram no século 16. O primeiro dicionário da língua portuguesa, de Raphael Bluteau, foi publicado em 1712 e possuía cerca de 40 mil vocábulos. Estima-se que, atualmente, o português possua mais de 360 mil unidades lexicais.

Hoje, o português é falado por mais de 260 milhões de pessoas. É a língua oficial de 9 países: Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Guiné Equatorial.

A Guiné Equatorial era um observador associado da Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), desde 2006. Em julho de 2014, tornou-se o nono país membro de pleno direito, assumindo o compromisso da utilização efetiva da língua portuguesa no País. Hoje, a Guiné Equatorial possui três línguas oficiais: espanhol (principal), francês e português (menos falado). A Guiné Equatorial era um domínio português até 1778, quando foi cedida à Espanha. Na Ilha de Ano Bom ainda se fala uma espécie de português antigo misturado com variações do crioulo, também com raízes da época do domínio português.

Em Macau, as principais línguas são o cantonês (86%) e o chinês. O português também é uma língua oficial, embora não seja muito falada na cidade, que desde 1999, é administrada pela China. Lá existe o Instituto Português do Oriente.

Existem ainda seis países que são observadores associados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, são: Geórgia, Maurícia, Japão, Namíbia, Senegal e Turquia. Nessa condição, os países comprometem-se a promover e a difundir a língua portuguesa.

Os portugueses deixaram a marca de sua língua em variedades do crioulo faladas em várias partes da costa africana e asiática. Essa é uma das razões porque Maurícia, Namíbia e Senegal tornaram-se observadores associados da CPLP.

Em Goa, na Índia, muitos falam português, principalmente os mais velhos, mas raramente como primeira língua. Até 1962, Goa era uma possessão portuguesa.

Existe também o galego, uma língua falada, na Espanha, ao norte de Portugal, mais parecida com o português do que com o espanhol. Existe inclusive a Academia Galega da Língua Portuguesa.

O interesse pela língua portuguesa no mundo tem aumentado, ano a ano.

Mais: Dicionários e Literatura

 

Portugal

 

Sede da Academia Pernambucana de Letras no Solar de Ponte d’Uchoa, do século 19, em Recife. Fundada em 26 de janeiro de 1901, a Academia Pernambucana é uma das mais antigas e tradicionais do Brasil.

 

Entrada do Palácio Panafiel, em Lisboa, construído no século 18, sede da Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

 

A língua é minha pátria (Caetano Veloso)

 

Camões

 

 

Pesquisa Escolar

 

 

 

Palacio Lisboa

 

Academia Pernambuco

 

Noticias

 

 

 

Cultura e Arte

 

Cultura

 

 

Copyright © Guia Geográfico Busca Temática - Português

 

 

 

Língua Portuguesa

 

 

 

 

 

 

João Lisboa

 

 

 

Divulgação