Reviews

Amazfit GTR 3 Pro: o melhor custo-benefício em um relógio inteligente? | Análise / Review

O GTR 3 Pro é o relógio inteligente da risca premium da marca Amazfit – pertencente à Xiaomi –, que procura oferecer uma série de recursos de saúde e de atividades físicas, aliada a um design que promete elegância e conforto, sem precisar remunerar muito.

Finalmente, será que oriente smartwatch consegue oferecer o melhor custo-benefício do mercado? O TudoCelular testou uma unidade dele nas últimas semanas e conta todos os detalhes a você, nesta estudo completa.

Design e construo

O GTR 3 Pro conta com opções de caixa de 42 mm ou 46 mm. O que experimentamos é o maior. Apesar de o tamanho parecer muito grande, com uma espessura de mais de 1 cm, o design fica muito compacto e não aparenta tão gigante no punho.

Ele tem a segmento médio em formato circundar, assim uma vez que os principais rivais da Samsung e da Huawei. A construção cá fica por conta da liga de alumínio, enquanto a pulseira de vinte e dois milímetros desta unidade tem o pele marrom uma vez que material, para dar um tom mais casual, que pode ser facilmente retirada pelo pino único. Há ainda outra opção em um polímero sintético preto, pensado mais para a prática esportiva.

Todo esse conjunto torna o uso muito ligeiro no braço, já que o peso é de unicamente 32 g, sem relatar as pulseiras. Caso deixe muito posto, o relógio passará muitas vezes imperceptível por você.

Cá encontramos resistência de 5 ATM, que o torna à prova d’chuva. Ou seja, você não vai precisar se preocupar caso use perto de uma piscina ou no mar.

Na lateral, encontramos dois botões, responsáveis por terebrar os recursos de saúde, a lista de treinos ou ainda ativar a assistente de voz. No de cima, há o diferencial de servir uma vez que se fosse uma “grinalda giratória”, para controlar os menus sem ser pelo touchscreen. Já detrás, estão os sensores para monitorar a sua saúde e os pinos para o carregamento.

Na embalagem do smartwatch, além do próprio relógio, temos os manuais e o cabo de carregamento, com um lado USB e o outro magnético.

Tela e som

A trabalhador inseriu uma tela AMOLED de 1,45 polegada no GTR 3 Pro. Ela é grande o suficiente para você controlar por toque com um espaço confortável. O contraste também não decepciona, mas esperávamos um pouco mais do fulgor, mesmo com a sua capacidade máxima de 1.000 nits.

Sob um Sol muito possante, você poderá ter um pouco de dificuldade para visualizar recta a tela se estiver no modo adaptativo, já que nem sempre o ajuste automático funcionou uma vez que deveria. De qualquer maneira, ele vai iluminar o suficiente para praticamente todos os tipos de uso, se estiver muito configurado.

Pelo menos, ele conta com o Always On, para deixar o display ligado direto e não depender unicamente do giro do punho para atear. Você também terá solução Ultra HD e densidade de pixels que chega a 331 ppi. As bordas são discretas e permitem mais de 70% de aproveitamento frontal.

Leste smartwatch também vem com um pequeno alto-falante posicionado na base, que possibilita executar música direto nele. Porém, saiba que é um tanto mais fundamental e pende para mais sons agudos, fora a localização que não é das mais favoráveis.

Sistema e conectividade

O sistema do smartwatch é o Zepp OS, usado nos vestíveis da Xiaomi. A interface não muda muito do que vemos em outros sistemas baseados no Android, porém a quantidade de aplicativo decepciona. Você terá poucas opções para instalar, que vão desde um monitor de frequência cardíaca em tempo real, até um aviso para ingerir chuva.

A navegação não traz grandes dificuldades, mas sentimos alguns bugs nesta unidade que enroscam a transição entre blocos, além de outro que não traduz por completo os menus para o português. Zero que não possa ser revisto por uma atualização de software.

O gerenciamento e os updates podem ser feitos pelo aplicativo Zepp. Ele possui um visual muito similar ao idoso Mi Fit, agora chamado de Zepp Life. Inclusive, a conta para login é a mesma e já incorpora possíveis dados coletados anteriormente por uma Mi Band ou outro wearable da marca, por exemplo.

O app deixa muito organizados os blocos de cada recurso, além das personalizações dos mostradores e da ordem que cada função aparece ao escorregar para o lado.

O Zepp OS tem alguns diferenciais, uma vez que o suporte à Amazon Alexa. Dá para acionar a assistente ao segurar por alguns segundos o botão de cima e dar o comando de voz em seguida. Com a utensílio, você consegue controlar seus dispositivos conectados sem precisar do celular ou de um aparelho Echo.

O sistema do relógio ainda é capaz de mostrar as notificações de aplicativos de mensagens diretamente no visor. O usuário também pode fazer ligações ou atender chamadas sem precisar pegar o smartphone para isso, já que o alto-falante e o microfone embutidos dão conta do recado.

Além do Bluetooth, o GTR 3 Pro vem com suporte a Wi-Fi e GPS. Isso ajuda a diminuir a obediência do celular, já que uma conexão de internet direto nele facilita na hora de usar qualquer app dependente da rede.

Apesar de a trabalhador não informar qual é a plataforma traste usada ou a quantidade de memória RAM, o próprio relógio exibe que há 2,35 GB de armazenamento interno, disponíveis para você instalar os apps ou salvar arquivos de música nele.

Zepp

Desenvolvedor: Huami Inc.

Gratuito

Tamanho: Varia de concordância com a plataforma

Sade e atividade fsica

E o que o top de risca da Amazfit oferece de recursos para saúde e atividades físicas? Começando pelo primeiro, o sensor biométrico BioTracker PPG 3.0 é o responsável por várias das funcionalidades encontradas cá.

Ele consegue monitorar a frequência cardíaca e o nível de oxigênio no sangue, além de medir o nível de estresse e rastrear o seu sono, para mostrar o quanto dormiu e uma vez que foi a qualidade do sota. Um dos recursos permite uma mensuração única de quatro métricas de saúde, para agilizar o comitiva de todos os seus dados.

Outro diferencial na segmento de saúde é o termômetro, que mostra instantaneamente quantos graus está o seu corpo. Mas, talvez pela posição pouco adequada para essa mensuração, você poderá perceber uma diferença que fica em torno de 2°C a menos do que o real.

Agora sobre as atividades físicas, o smartwatch contém mais de 150 modalidades esportivas integradas. Você pode escolher uma delas, para ter uma coleta de dados mais específica, ou ainda deixar em um treino livre, para fazer as medições mais genéricas.

Cá ele mostra indicadores uma vez que frequência cardíaca, calorias queimadas e número de séries, por exemplo. Vimos uma precisão satisfatória neste quesito, que certamente vai te ajudar no comitiva do seu físico.

Bateria

Na bateria, encontramos um dos pontos positivos deste relógio inteligente. Apesar de a trabalhador prometer até 12 dias de duração, a autonomia com as notificações e os monitoramentos de saúde ativados, uma vez que frequência cardíaca e rastreio do sono, fica na tira de 4 dias.

Pode parecer pouco, mas já é mais do que o duplo do Galaxy Watch 4, por exemplo. Tudo muito que o concorrente possui mais sensores, porém isso não deixa de ser um tanto satisfatório a se sobresair do GTR 3 Pro.

E quando analisamos o carregamento, o padrão da Amazfit também não decepciona. Nos nossos testes, conseguimos chegar até os 100% em unicamente 1 hora e 3 minutos. Ou seja, não vai precisar deixar na tomada muito tempo, para ter uma duração de vários dias até precisar carregar de novo.

Consideraes finais

O Amazfit GTR 3 Pro cumpre a proposta de entregar um relógio inteligente avançado, com vários recursos ao usuário. Uma vez que grandes diferenciais, destacamos cá a bateria, que dura mais do que o rival da Samsung, apesar de não chegar no concorrente da Huawei; e o monitoramento de atividades físicas, com uma variedade grande de treinos disponíveis.

O design agrada, tanto por entregar uma caixa com tamanho satisfatório para o uso, uma vez que ter uma pulseira que acerta o conforto e no material. A tela é de subida qualidade e também integra a lista de pontos positivos.

Por outro lado, o sistema apresenta algumas pequenas dificuldades que não tornam a experiência perfeita. Sem relatar a falta de um grande catálogo de apps, o que limita bastante as possibilidades para além do que já vem embarcado no dispositivo.

Elevado-falante de baixa qualidadeSistema com alguns bugsPouca variedade de appsMedio de temperatura imprecisa

Ao menos, você terá todo esse conjunto por um preço menor do que outras fabricantes. O GTR 3 Pro chegou ao Brasil em outubro de 2021, pelo preço sugerido de R$ 1.419. Mas ele já pode ser encontrado por valores inferiores no mercado vernáculo.

Tudo muito que, a um dispêndio similar, você já consegue encontrar um Galaxy Watch 4, que vem com mais sensores e recursos, fora o software que permite mais aplicativos. Porém, vale examinar qual é o público mais indicado para o relógio da marca Amazfit.

Entendemos que oriente é um vestível preferível para quem tem privança com o gerenciamento de aparelhos da Xiaomi, já que os dados de uma Mi Band podem ser integrados ao Zepp, ou ainda para quem quer um smartwatch premium com uma bateria que renda um pouco mais.

Qual é a sua avaliação sobre o Amazfit GTR 3 Pro? Acha ele uma boa opção de compra frente a concorrentes de outras marcas? Compartilhe conosco a sua opinião!

Source: tudocelular.com

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo