Artes

Como aprender novas técnicas de caligrafia?

Apesar de parecer algo ultrapassado diante do avanço tecnológico, a caligrafia é uma vertente de arte bastante apreciada. Tanto que atrai adeptos que utilizam a escrita como hobby ou para aqueles que buscam se profissionalizar neste nicho. Mas, nem sempre é simples aprender novas técnicas de caligrafia, seja para relaxar ou agregar conhecimento.

Se você anda apresentando dificuldades em explorar a sua letra, já deve saber que a prática é uma das maiores aliadas de uma boa caligrafia. Mas, não basta “sair” escrevendo! Com algumas dicas, você pode treinar sua escrita de forma mais assertiva e alcançar uma melhora considerável nos seus resultados.

Confira um passo a passo para aprender novas técnicas de caligrafia

1 – Escolha os materiais corretos

O que você usa para escrever? Se tem preferência por canetas, a dimensão e espessura da ponta são detalhes que impactam bastante no resultado final.

Então, vale a pena experimentar diversos tipos de canetas de caligrafia para identificar qual colabora melhor para otimizar o seu trabalho.

Outra dica importante é variar esses instrumentos. Que tal experimentar lápis e lapiseiras para os seus treinos? Pincéis e canetas tinteiro também são recursos que trazem um novo (e bem-vindo) olhar para aprender técnicas diferentes de caligrafia.

Para os pincéis, a tinta aquarela é uma alternativa fácil de encontrar e com excelente custo-benefício. Além disso, permitem um deslizar mais suave.

2 – Faça uma análise da sua letra

Ter uma postura crítica perante à própria caligrafia também contribui para aperfeiçoar os traços. Para isso, responda a um questionário simples:

  • Sua letra é desigual ou segue um padrão?
  • Quando você escreve rápido, a letra muda muito?
  • O que você não gosta na sua letra e deseja mudar?
  • O que você mais gosta na sua letra e deseja aperfeiçoar?
  • Qual é o ângulo da sua letra?
  • Como você gostaria que sua letra fosse?
  • Tem algum tipo de letra que você deseja se espelhar?

Com as respostas para essas perguntas, você já terá uma noção mais exata de qual direção tomar para aprender novas técnicas de caligrafia.

3 – Use o alinhamento a seu favor

O alinhamento da escrita é parte importante para que as palavras se apresentem de forma mais harmônica. Então, se esse é um quesito que você precisa melhorar, confira algumas dicas:

  • Treine mais vezes em cadernos com linhas;
  • Alinhe sua escrita com as linhas das folhas;
  • Tente manter cada letra do mesmo tamanho;
  • Quando estiver ágil em alguma palavra, utilize a sulfite e tente manter o alinhamento;
  • Repita outras palavras seguindo esse direcionamento.

Importante: o espaçamento também tem o mesmo objetivo que o alinhamento. Então, para um visual mais atrativo, procure equilibrar bem o espaço entre palavras e mantenha um padrão – evitando deixá-las separadas “demais” ou muito juntas.

4 – Não exagere na força

Muitas pessoas encontram dificuldade em escrever de forma suave. Além de ser prejudicial para os materiais, esse hábito acaba tornando a caligrafia algo que demanda tensão e esforço.

O mais indicado é deixar que a caneta, lápis ou pincel deslize sobre a folha de maneira natural. Para isso, comece “pegando” de forma suave. Esse é um dos principais requisitos para uma caligrafia de qualidade!

5 – Invista em um ambiente que proporcione apoio para a escrita

Se o seu braço não estiver apoiado de forma correta, dificilmente a caligrafia ficará bonita. Da mesma forma que uma mesa instável também não proporciona muito conforto para escrever.

Por isso, não abra mão de ter um ambiente propício para treinar caligrafia e surpreenda-se com o impacto positivo desta mudança.

6 – Não tenha pressa

Outro desafio para quem deseja aperfeiçoar a caligrafia é conter a ansiedade e não escrever rápido demais. Treinar a velocidade é um estágio que pode ser alcançado quando você dominar muito bem alguma técnica. Até lá, tenha calma!

7 – Não tente “enfeitar” a letra

Esse é um hábito comum entre quem está começando: você se diverte tanto nos momentos que está escrevendo que acaba utilizando de muitos recursos para “enfeitar” a letra.

Para quem ainda está começando a se aventurar neste mundo, quanto mais clean e legível a letra estiver, melhor. Não tente o estilo artístico – como a caligrafia para convites – até estar pronto!

8 – Escreva todos os dias

Essa é uma dica essencial e talvez a mais importante: treine todos os dias! Mesmo que sejam apenas 15 minutos para isso, não deixe de praticar.

9 – Use uma lousa

Se você ainda não tem uma lousa pequena e giz, invista em um kit para você agora mesmo. Isso porque os acessórios são ótimos para treinar novos formatos de letras e vão te ajudar a ter maior controle sobre a sua letra.

10 – Faça um curso de caligrafia

Se essa ideia ainda não passou pela sua cabeça, saiba que é uma decisão básica para quem deseja aprender novas técnicas de caligrafia.

Em um curso, você aprenderá vários estilos de escrita, desde as caligrafias com letras de forma, letras cursivas, caligrafia artística e muito mais.

11 – Tente copiar um estilo

Após treinar bastante o alinhamento da sua letra e a suavidade do seu traço, já é possível começar a praticar outros estilos de caligrafia.

Selecione os seus favoritos e tente copiar. Pode parecer difícil, especialmente se for a escrita artística, mas mantenha o foco e a concentração para não desistir.

12 – Abuse de atividades para treinar caligrafia

Nossa última dica é uma que vai te transportar para as aulas de alfabetização da infância, mas serão extremamente úteis para aprender novas técnicas de caligrafia.

Separamos quatro atividades que você pode colocar em prática em um caderno pautado:

a) Exercício com vogais: escreva várias repetições da união de vogais, como “ao, ei, ui, ai”. Repita algumas dezenas de vezes e treine também com as letras maiúsculas.

b) Exercício com consoantes: após treinar as vogais, experimente atividades com as consoantes. Desta vez, escreva todas as letras com uma maiúscula e outra minúscula. Exemplo: Bb, Cc, De… e assim por diante.

c) Treine com um silabário: a união de consoantes e vogais é o próximo passo. Parece simples, mas essa etapa costuma apresentar dificuldade para manter o alinhamento e a suavidade. Por isso, escreva as mesmas sequências diversas vezes.

d) Use a fonte tracejada: essa é uma dica para você utilizar naquela fonte que você sempre quis saber escrever. Busque a inspiração em tracejado, imprima e passe o lápis.

Onde encontrar materiais para treinar caligrafia?

Se você está em busca de materiais para treinar sua caligrafia vai se apaixonar pelas possibilidades da Grafitti Artes.

A Grafitti é uma loja especializada em materiais para desenho, artesanato e pintura, oferecendo uma ampla variedade de produtos para todas as necessidades.

Clique aqui e conheça nosso portfólio de produtos.

Source: grafittiartes.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo