Artes

Dicas de organização com bullet journal.

Se você está procurando novas ferramentas de organização? O bullet journal pode te ajudar nessa tarefa, principalmente se você ainda não conseguiu se adaptar às agendas e planners prontos.

O BuJo, como também é conhecido, une dois conceitos bem distintos: expressão artística e organização. Se essa combinação parece estranha para você, o bullet journal vai desconstruir essa ideia!

Neste artigo, elencamos algumas dicas de organização com bullet journal e como soltar a sua criatividade para ter seu cotidiano cada vez mais organizado.

O que é o Bullet Journal?

Criado por Ryder Carroll, sua tarefa principal é ser um método de organização e foi a finalidade definida pelo seu criador. Na prática, o bullet journal é quando alguém personaliza as folhas para destacá-las das demais e assim organizar, planejar e acompanhar seus hábitos.

As principais vantagens de utilizar essa ferramenta é a flexibilidade e possibilidade de personalização completo, e assim, adaptar os espaços para anotações de acordo com as necessidades da sua rotina e tarefas.

Além disso, se você é freelancer, provavelmente o bullet journal vai te ajudar bastante! Já que a ferramenta permite a customização das tarefas e informações, ela viabiliza a organização perfeita mesmo em uma rotina mais flexível.

Mas o mais importante sobre o BuJo, é que ele funciona da forma que você quiser! Ele pode ser um livro para suas artes, com desenhos ou colagens. Ou até mesmo minimalista, como um organizador das tarefas diárias.

Por isso, o primeiro passo de como utilizá-lo é pensar no que funciona para você e qual a finalidade da ferramenta.

Dicas de organização com bullet journal

Defina os seus objetivos para a organização fluir.
Avalie a sua rotina e a importância de anotações diárias para você e, principalmente, se usará o bullet journal para sua rotina pessoal, do trabalho, estudos ou ambos.

Depois disso, faça perguntas mais assertivas para você mesmo(a):

  • Que tipo de anotações preciso fazer?
  • Quais tarefas são as mais recorrentes no meu cotidiano?
  • Quais tarefas são esporádicas?

A partir dessas definições, é possível usar o bullet journal como uma ferramenta efetiva para sua organização! Pois ficará mais simples definir se ele servirá para te ajudar mensalmente, semanalmente ou diariamente.

Você também pode optar pelo método “collection” que é o mais direcionado. E como funciona? Essa ferramenta é uma seção extra -personalizável, é claro- que serve para acompanhar algum projeto específico, registrar novos hábitos e alcançar objetivos.

Se você está fazendo uma reeducação financeira, por exemplo, é um ótimo controle de finanças. Quer cuidar da pele e precisa de mais disciplina e organização? O método collection também pode te ajudar!

Confira a lista de collections mais populares:

  • Reeducação alimentar (como menu semanal ou mensal)
  • Controle de finanças
  • Rastreador de humor
  • Cronograma capilar
  • Cronograma de cuidados com a pele
  • Diário
  • Planejamento de viagens
  • Aniversários
  • Receitas para testar

Além disso, o bullet journal também é um ótimo lugar para o seu “brainstorm”. Se você trabalha com criatividade, esse método vai te ajudar muito!

É bastante útil separar um espaço para manter informações que não se encaixam em collections ou outras seções de anotações. O ideal é deixar essa página sempre acessível, portanto, identifique o local da sua “chuva de idéias” com adesivos ou clips.

Defina o tipo de bullet journal faz sentido para sua rotina

O tamanho, modelo e até a gramatura do papel são importantes na hora de escolher e utilizar o bullet journal na sua rotina.

Se a sua rotina é fora de casa, avalie o tamanho que permita que você o carregue com facilidade. Você tem preferência por folhas removíveis? Os BuJo também podem ser no estilo fichário!

Para quem quer soltar a criatividade, existem opções com papéis mais densos e que permitem o uso de canetas coloridas, sem comprometer as outras folhas.

Crie símbolos, legendas e cores para te ajudar!

Com tanta liberdade, pode parecer difícil se organizar utilizando essa ferramenta. Mas os símbolos, legendas e cores certamente te ajudarão a simplificar a rotina!

A linguagem visual é um grande aliado para facilitar e otimizar o tempo, mas é preciso criar padrões para que com um simples estímulo visual você consiga ter em mente o que já foi feito, o que deve ser feito e o que é urgente -por exemplo.

Os símbolos são ótimos para criar a linguagem visual! E neste caso, você pode usá-los livremente!

Já as legendas podem ser usadas para sinalizar a natureza de cada seção, tarefas, seus status e ordem de prioridade.

As cores também vão causar o estímulo visual que facilitará o seu dia a dia, você pode classificá-las e adicionar significado a cada uma delas. Essa classificação pode ser no campo das tarefas ou para sinalizar as seções do seu bullet journal.

Ah, outra dica valiosa são os sinalizadores de páginas, adesivos ou clips para marcar as páginas e separar os diversos assuntos dentro do seu caderno!

Busque por referências

A organização com bullet journal é bastante comum, portanto, muitas pessoas compartilham a sua própria experiência com a ferramenta em canais do Youtube e Pinterest.

Acompanhar a experiência de outras pessoas com este caderno pode te auxiliar na hora de planejar o uso dele. Assista aos vídeos, salve referências (principalmente de uso dos símbolos, cores e legendas) e avalie qual combina mais com seu formato de organização.

Agora que você já sabe tudo sobre o bullet journal e como utilizá-lo como ferramenta para se organizar, é só escolher o que mais combina com a sua rotina no site da Grafitti Artes e soltar sua imaginação!

Source: grafittiartes.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo