O Egito abrigou uma das mais poderosas e marcantes civilizações da Antiguidade. Seus primeiros registros históricos datam de cerca de seis mil anos atrás. Essa exuberante cultura floresceu até cerca de 800 aC. Depois, os egípcios foram conquistados por vários povos: assírios, persas, gregos, romanos, árabes, franceses e britânicos, até se tornarem independentes em 1922.

Alexandria representou o apogeu do Helenismo. O Egito foi também palco histórico das três grandes religiões monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo. Aqui nasceu Moisés.

A Nova Biblioteca de Alexandria, inaugurada em 2002, busca reviver o prestígio da antiga Biblioteca. Alexandria foi fundada no final do século 4 aC, pelo próprio Alexandre. Foi capital do Egito por quase mil anos e atualmente é a segunda maior cidade do País, depois do Cairo.

O Rio Nilo promove uma rara beleza ambiental. Seu fértil Vale foi responsável por alimentar uma das mais duradouras e importantes civilizações da humanidade.

Colunas do Templo de Karnak, Luxor.

A arquitetura e os monumentos do Antigo Egito impressionam acadêmicos e viajantes por milhares de anos. Surpreendentes descobertas arqueológicas continuam sendo feitas.

O Egito foi palco do apogeu de três grandes culturas: a egípcia, dos antigos faraós, em Mênfis e Tebas, a helênica em Alexandria e a árabe no Cairo.