Reviews

Redmi Note 11 Pro vs Moto G71: qual é o melhor intermediário premium com 5G? | Comparativo

O Redmi Note 11 Pro e o Moto G71 são dois celulares que estão classificados porquê intermediários premium. Só que eles buscam ser a melhor opção do segmento entre os smartphones com 5G.

Ao colocar lado a lado o aparelho da Xiaomi e o da Motorola, qual deles pode ser considerado o superior da dupla? É o que vamos saber neste Comparativo.

ndice do Comparativo

Design

Redmi Note 11 Pro 5G

Começando pelo design, já vemos muitas diferenças entre estes dois dispositivos. A Xiaomi entrega a construção melhor já que inseriu traseira de vidro no seu resultado. Só que as laterais ainda são de plástico, assim porquê todo o corpo mais compacto e ligeiro do protótipo da Motorola.

O G71 não avançou na biometria e ainda traz o leitor de impressões digitais na traseira, sob o logo da marca. No Redmi, você vai encontrar o sensor na lateral, integrado ao botão de pujança. O Moto contém um conjunto de câmeras mais simples, com fundo da mesma cor da tampa, enquanto o Note 11 Pro prefere um módulo que destaca o sensor principal.

Motorola Moto G71

Na frente, vemos a mesma opção pelo notch em furo na tela. O chinês é o único da dupla a vir com certificação IP53, que protege contra poeira e respingos de chuva, e com emissor de infravermelho, para servir porquê controle remoto da sua TV.

O Redmi também tem o diferencial da gaveta híbrida, com o segundo slot para chips de operadora compartilhado com um espaço para cartão de memória. Já o Moto não permite a expansão do armazenamento. Pelo menos, ambos fornecem a quinta geração de Bluetooth e Wi-Fi, além do suporte a NFC, para pagamentos por aproximação.

Com uma construção superior, o Note 11 Pro 5G abre o placar.

Melhor construção

Redmi Note 11 Pro 5G

Visual mais moderno

Moto G71

Slot é híbrido ou devotado?

Redmi Note 11 Pro 5G

Melhor solução do notch

Nenhum

Melhor solução da biometria

Redmi Note 11 Pro 5G

Melhor certificação de resistência?

Redmi Note 11 Pro 5G

Qual é mais compacto e ligeiro?

Moto G71

Multimdia e recursos

Tela


A Xiaomi optou por um quadro Super AMOLED de 6,67 polegadas da Samsung, enquanto a Motorola apostou no OLED para a tela de 6,4 polegadas do seu aparelho. Dos dois lados, você terá um cintilação muito poderoso, cores vibrantes e um vasto ângulo de visão, além da solução Full HD+ dos dois lados.

O que vai fazer a diferença cá é a taxa de atualização de 120 Hz do Redmi. Ela consiste no duplo da encontrada no Moto. Isso significa que o protótipo chinês vai oferecer animações mais suaves no sistema.

Sem narrar que ele vem com um Gorilla Glass 5, para dar maior proteção ao display. Já o G71 deixou de lado o vidro da Corning. Para completar, é o Note que apresenta o maior aproveitamento frontal, graças às bordas menores.

A tela com maior fluidez e proteção dá o ponto ao Note 11 Pro.

Melhor tecnologia de tela

Ambos

Melhor cintilação de tela

Nenhum

Melhor solução de tela

Nenhum

Tela maior

Redmi Note 11 Pro 5G

Melhor proporção tela/corpo

Redmi Note 11 Pro 5G

Tela de Hz elevada?

Redmi Note 11 Pro 5G

Proteção Gorilla Glass?

Redmi Note 11 Pro 5G

Qualidade universal da tela

Redmi Note 11 Pro 5G

Som


A Xiaomi parece ser a única trabalhador da dupla a dar uma atenção maior para o áudio. Ela inseriu um sistema estéreo no seu celular, enquanto a Motorola ainda insistiu em deixar somente um alto-falante. Em outras palavras, você terá uma submersão muito maior no Redmi.

Porquê consequência, a potência sonora do Note 11 Pro acaba ficando muito supra do que o som mono do G71 pode entregar. O estabilidade entre as frequências também é melhor nele, já que o Moto peca nos médios. Pelo menos, os dois contam com conector físico para fones de ouvido, só que somente a Motorola envia o inferior junto com o smartphone.

O Redmi anota mais um ponto.

Som é estéreo?

Redmi Note 11 Pro 5G

Possui ingressão P2?

Ambos

Maior estabilidade de frequências

Redmi Note 11 Pro 5G

Potência sonora

Redmi Note 11 Pro 5G

Vem fones de ouvido na caixa?

Moto G71

Sistema


Estes aparelhos saem da caixa com o Android 11 instalado de forma nativa. Os dois devem receber o Android 12 em qualquer momento ainda sem data, já que as atualizações de software não são o poderoso destas fabricantes. Também não espere pacotes de segurança frequentes.

Em termos de conectividade traste, a dupla não decepciona, uma vez que ambos vêm com suporte a 5G. Na fluidez, o Note acerta mais, por ter a sua tela com subida taxa de atualização, porém a interface mais limpa do Motorola pode deleitar bastante a muitos usuários.

Partindo para os recursos, no Redmi temos a boa organização de apps e as mesmas funções dos demais lançamentos recentes da marca. Já o Moto conta com as opções básicas de customização e os famosos gestos para acionar a câmera ou vincular a lanterna.

O smartphone chinês pontua pela subida suavidade do sistema; enquanto o G71 marca pelo sistema limpo e com funcionalidades mais populares.

Sistema muito atualizado?

Ambos

Sistema será atualizado futuramente?

Ambos

Qual sistema ou personalização tem mais e melhores recursos?

Moto G71

Faltam conexões? Sobram?

Nenhum

Software mais fluido

Redmi Note 11 Pro 5G

Desempenho



Os dois se assemelham na plataforma traste usada, já que são alimentados pela plataforma Snapdragon 695. A unidade deles que testamos também tem a mesma quantidade de RAM, com 6 Giga cada. E porquê eles se saem em desempenho? Testamos e percebemos que o Redmi é mais rápido que o rival. Ele levou vantagem principalmente no multitarefas, por ter conseguido segurar mais apps em segundo projecto.

O cenário se repetiu nos benchmarks, quando vimos pontuações maiores do portátil chinês tanto no AnTuTu porquê nos indicadores do Geekbench. Em jogos, temos boa performance nos dois, porém o suporte a 120 fps dá vantagem ao Note nos games compatíveis.

O Redmi Note 11 Pro 5G fica com o ponto pelo conjunto que rende melhor.

Quem se sai melhor no teste de introdução?

Redmi Note 11 Pro 5G

Quem leva a melhor nos jogos mais exigentes?

Redmi Note 11 Pro 5G

Quem tem os melhores números de benchmark?

Redmi Note 11 Pro 5G

Qual o processador mais atualizado?

Nenhum

Qual tem melhor estabilidade de RAM/processador?

Nenhum

Qual tem mais armazenamento?

Nenhum

Bateria



Assim porquê no chip, as fabricantes também inseriram baterias iguais cá. Isso significa que você terá capacidade de 5.000 mAh, independente da sua escolha. Qual será que dura mais? Os nossos testes padronizados mostraram uma vantagem de pouco mais de uma hora para o Moto G71, com quase 30 horas de autonomia totalidade.

Passando para o carregamento, a situação se inverte, e temos um tempo de 49 minutos do Redmi na tomada, quase meia hora a menos que o concorrente. Isso acontece graças ao adaptador de 67 W enviado pela Xiaomi, muito mais potente que o de 33 W da Motorola.

Um tem melhor autonomia, outro lentidão menos para carregar. Um ponto para cada.

Qual tem mais bateria?

Nenhum

Qual recarrega mais rápido?

Redmi Note 11 Pro 5G

Qual dura mais de convenção com o teste de bateria do TC?

Moto G71

Tem carregamento sem fio?

Nenhum

Cmera

De ambos os lados, encontramos um conjunto triplo de câmeras. O do Redmi é liderado pelo sensor principal de 108 MP, contra um de 50 MP do Moto. O que vemos nas fotos é uma performance muito similar, com resultados que ainda pecam em cores e na nitidez. Ao menos, o Redmi consegue fazer um trabalho superior à noite.

Já com a ultrawide, as limitações dos aparelhos ficam mais evidentes. Seja com as cores apagadas do Note 11 Pro, ou com as imagens mais escuras do G71. Por último, a macro deles sofre com a baixa solução e a privação de foco automático, o que exige paciência até conseguir uma foto boa.

Pela lente de maior solução e com vantagens em cenários noturnos, o protótipo chinês fica com o ponto.

Melhor conjunto de câmera traseira

Redmi Note 11 Pro 5G

Melhores fotos noturnas

Redmi Note 11 Pro 5G

Conjunto mais versátil

Nenhum

Melhor ultrawide

Ambos

Melhor teleobjetiva

Nenhum

Melhor macro

Ambos

Melhor profundidade

Nenhum

Fotos tiradas com o Redmi Note 11 Pro 5G

Em vídeos, somente o Redmi é capaz de gravar em 4K, mas restrito a 30 fps. Para ter uma suavidade melhor, precisa minguar para Full HD, que é o sumo verosímil para a do Moto. O foco de ambos não compromete, enquanto a tomada de áudio é decente dos dois lados. A estabilização eletrônica usada pela Xiaomi ainda consegue se transpor melhor que a concorrente.

É mais um ponto para a chinesa.

Possui estabilização óptica?

Nenhum

Melhor estabilização eletrônica?

Redmi Note 11 Pro 5G

Foco mais jeitoso

Nenhum

Grava em 4K a 30 fps?

Redmi Note 11 Pro 5G

Melhor captação de áudio

Nenhum

Melhor qualidade de vídeo

Redmi Note 11 Pro 5G

Fotos tiradas com o Motorola Moto G71

A câmera frontal dos dois tem a mesma solução de 16 MP, que não passa de Full HD nas filmagens. A vantagem do Redmi fica por conta do alcance dinâmico, que impede de ter fundo estourado nas selfies. Já o Moto capricha um pouco mais à noite, graças à introdução maior do seu sensor. No modo retrato, nenhum deles vai te decepcionar.

O estabilidade de vantagens dá um ponto para cada.

Melhor conjunto de câmera frontal

Nenhum

Câmera frontal grava em 4K?

Nenhum

Melhor selfie

Ambos

Preo

O Moto G71 foi lançamento no mercado vernáculo pelo preço sugerido de R$ 2.700. Por outro lado, o Redmi Note 11 Pro 5G chegou mais dispendioso, a um dispêndio de R$ 4.000. Agora, a dupla já teve o seu valor muito reduzido no varejo brasiliano. Estes smartphones podem ser achados na tira de R$ 2.000.

Mais um empate, para fechar o Comparativo.

Qual teve melhor preço de lançamento?

Moto G71

Qual tem melhor custo-benefício atual?

Ambos

8.4 Hardware

8.2 Dispêndio Benefcio

Redmi Note 11 Pro 5G

Confrontar

8.3 Hardware

7.8 Dispêndio Benefcio

Motorola Moto G71 5G

Confrontar

Concluso

Apesar de os celulares terem muitas configurações semelhantes, vimos que a Xiaomi não perdeu nenhum ponto neste duelo. Ou seja, a chinesa mostrou ter o intermediário premium mais completo da dupla, desde a construção superior, passando pela tela mais fluida e pelo som estéreo, até chegarmos ao desempenho mais rápido e ao conjunto de câmeras.

Em prol da Motorola, encontramos o sistema mais limpo e com recursos muito populares, além da bateria de maior autonomia, mesmo que o carregamento seja uma vitória do concorrente. Ao menos, você terá atualmente os dispositivos na mesma tira de preço. Porém, devido a tudo que entrega, é mais vantajoso escolher o Redmi entre os dois.

RESULTADO

Redmi Note 11 Pro 5G: 10 PONTOS

  • Design com construção superior
  • Tela de 120 Hz
  • Som estéreo
  • Sistema mais fluido
  • Desempenho mais rápido
  • Bateria com menor tempo de carregamento
  • Câmeras traseiras com mais solução e melhor modo noturno
  • Vídeos em 4K e com estabilização melhor
  • Selfies com melhor alcance dinâmico
  • Mesmo preço no mercado brasiliano atual

Motorola Moto G71: 4 PONTOS

  • Sistema com melhores recursos e interface limpa
  • Bateria com maior autonomia
  • Selfies melhores à noite
  • Mesmo preço no mercado brasiliano atual

Acredita que o Redmi é muito superior ao Moto? Pretende comprar qualquer deles no horizonte? Comente conosco!

(atualizado em 24 de abril de 2022, s 09:22)

Source: tudocelular.com

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo